O Firebase vai estar no Google I/O em 10 de maio! Inscreva-se agora

Comece a usar o App Check no App Attest em plataformas da Apple

Nesta página, mostramos como ativar o App Check em um app da Apple usando o provedor integrado App Attest. Ao ativar o App Check, você ajuda a garantir que apenas seu app possa acessar os recursos do Firebase do seu projeto. Consulte a Visão geral desse recurso.

O App Check usa o App Attest para verificar se as solicitações para os serviços do Firebase são provenientes do seu aplicativo autêntico. No momento, o App Check não usa o App Attest para analisar riscos de fraude

Se você quiser usar o App Check com seu provedor personalizado, consulte Implementar um provedor personalizado do App Check.

1. Configurar seu projeto do Firebase

  1. Você vai precisar do Xcode 12.5 ou uma versão mais recente para usar o App Attest.

  2. Adicione o Firebase ao seu projeto Apple, caso ainda não tenha feito isso.

  3. Registre seus apps para usar o App Check com o provedor App Attest na seção App Check do Console do Firebase.

    Geralmente, é necessário registrar todos os apps do projeto porque, depois de ativar a exigência de um produto do Firebase, somente apps registrados poderão acessar os recursos de back-end do produto.

  4. Opcional: nas configurações de registro do aplicativo, defina um time to live (TTL) personalizado para os tokens do App Check emitidos pelo provedor. É possível definir o TTL como qualquer valor entre 30 minutos e 7 dias. Ao mudar esse valor, esteja ciente das seguintes compensações:

    • Segurança: os TTLs mais curtos oferecem maior segurança, porque reduzem a janela em que um token vazado ou interceptado pode ser usado por um invasor.
    • Desempenho: TTLs mais curtos significam que seu app realizará atestados com mais frequência. Como o processo de atestado do app adiciona latência às solicitações de rede sempre que é executado, um TTL curto pode afetar o desempenho do app.
    • Cota e custo: TTLs mais curtos e novos atestados frequentes esgotam sua cota mais rapidamente e, para serviços pagos, podem custar mais. Consulte Cotas e limites.

    O TTL padrão de uma hora é razoável para a maioria dos apps. Observe que a biblioteca do App Check atualiza os tokens em aproximadamente metade da duração do TTL.

2. Adicionar a biblioteca do App Check ao seu app

  1. Adicione a dependência do App Check ao Podfile do projeto:

    pod 'FirebaseAppCheck'

    Se preferir, use o Gerenciador de pacotes Swift.

    Verifique se você também está usando a versão mais recente de todos os outros SDKs do Firebase de que você depende.

  2. Execute pod install e abra o arquivo .xcworkspace criado.

  3. No Xcode, adicione o recurso App Attest ao app.

  4. No arquivo .entitlements do projeto, defina o ambiente do App Attest como production.

3. Inicializar App Check

Será necessário inicializar o App Check antes de usar qualquer outro SDK do Firebase.

Primeiro, escreva uma implementação de AppCheckProviderFactory. As especificidades da implementação dependerão do caso de uso.

Por exemplo, se você tiver usuários apenas no iOS 14 e posterior, basta criar objetos AppAttestProvider:

Swift

Observação: este produto do Firebase não está disponível em destinos watchOS.

class YourSimpleAppCheckProviderFactory: NSObject, AppCheckProviderFactory {
  func createProvider(with app: FirebaseApp) -> AppCheckProvider? {
    return AppAttestProvider(app: app)
  }
}

Objective-C

Observação: este produto do Firebase não está disponível em destinos watchOS.

@interface YourSimpleAppCheckProviderFactory : NSObject <FIRAppCheckProviderFactory>
@end

@implementation YourSimpleAppCheckProviderFactory

- (nullable id<FIRAppCheckProvider>)createProviderWithApp:(nonnull FIRApp *)app {
  return [[FIRAppAttestProvider alloc] initWithApp:app];
}

@end

Ou é possível criar objetos AppAttestProvider no iOS 14 e em versões mais recentes e retornar ao DeviceCheckProvider nas versões anteriores:

Swift

Observação: este produto do Firebase não está disponível em destinos watchOS.

class YourAppCheckProviderFactory: NSObject, AppCheckProviderFactory {
  func createProvider(with app: FirebaseApp) -> AppCheckProvider? {
    if #available(iOS 14.0, *) {
      return AppAttestProvider(app: app)
    } else {
      return DeviceCheckProvider(app: app)
    }
  }
}

Objective-C

Observação: este produto do Firebase não está disponível em destinos watchOS.

@interface YourAppCheckProviderFactory : NSObject <FIRAppCheckProviderFactory>
@end

@implementation YourAppCheckProviderFactory

- (nullable id<FIRAppCheckProvider>)createProviderWithApp:(nonnull FIRApp *)app {
  if (@available(iOS 14.0, *)) {
    return [[FIRAppAttestProvider alloc] initWithApp:app];
  } else {
    return [[FIRDeviceCheckProvider alloc] initWithApp:app];
  }
}

@end

Depois de implementar uma classe AppCheckProviderFactory, configure o App Check para usá-la:

Swift

Observação: este produto do Firebase não está disponível em destinos watchOS.

let providerFactory = YourAppCheckProviderFactory()
AppCheck.setAppCheckProviderFactory(providerFactory)

FirebaseApp.configure()

Objective-C

Observação: este produto do Firebase não está disponível em destinos watchOS.

YourAppCheckProviderFactory *providerFactory =
        [[YourAppCheckProviderFactory alloc] init];
[FIRAppCheck setAppCheckProviderFactory:providerFactory];

[FIRApp configure];

Próximas etapas

Depois que a biblioteca do App Check estiver instalada no seu app, comece a distribuir o app atualizado para os usuários.

O app cliente atualizado começará a enviar tokens do App Check com todas as solicitações feitas ao Firebase, mas os produtos do Firebase não exigirão que os tokens sejam válidos até que você ative a exigência na seção App Check do Console do Firebase.

Monitorar métricas e ativar a aplicação

Mas antes de ativar a aplicação, verifique se isso não vai interromper seus usuários legítimos atuais. Por outro lado, se você perceber um uso suspeito dos recursos do seu app, convém ativar o agente de aplicação.

Para tomar essa decisão, analise as métricas do App Check nos serviços usados:

Ativar a aplicação do App Check

Assim que você entender como o App Check vai afetar seus usuários e se preparar para seguir o processo, ative a aplicação do App Check:

Usar o App Check em ambientes de depuração

Se depois de registrar seu aplicativo no App Check você quiser executá-lo em um ambiente que o App Check normalmente não classificaria como válido, como um simulador durante o desenvolvimento ou em uma integração contínua (CI), crie um build de depuração do seu app que use o provedor de depuração do App Check em vez de um provedor de atestado real.

Consulte Usar o App Check no provedor de depuração em plataformas da Apple.