Usar o App Check com o provedor de depuração no Android

Se, depois de registrar seu aplicativo no App Check, você quiser executá-lo em um ambiente que o App Check normalmente não classificaria como válido, como um emulador durante o desenvolvimento ou de uma integração contínua (CI), será possível criar um build de depuração do seu app que use o provedor de depuração do App Check em vez de um provedor de atestado real.

Usar o provedor de depuração em um emulador

Para usar o provedor de depuração enquanto executa seu app em um emulador de forma interativa (durante o desenvolvimento, por exemplo), faça o seguinte:

  1. No arquivo Gradle do módulo (nível do app) (geralmente <project>/<app-module>/build.gradle.kts ou <project>/<app-module>/build.gradle), adicione a dependência da biblioteca do App Check para Android Para gerenciar o controle de versões das bibliotecas, recomendamos usar a BoM do Firebase para Android.

    dependencies {
        // Import the BoM for the Firebase platform
        implementation(platform("com.google.firebase:firebase-bom:32.7.2"))
    
        // Add the dependencies for the App Check libraries
        // When using the BoM, you don't specify versions in Firebase library dependencies
        implementation("com.google.firebase:firebase-appcheck-debug")
    }
    

    Com a BoM do Firebase para Android, seu app sempre vai usar versões compatíveis das bibliotecas do Firebase para Android.

    (Alternativa) Adicionar dependências das bibliotecas do Firebase sem usar a BoM

    Se você preferir não usar a BoM do Firebase, especifique cada versão das bibliotecas do Firebase na linha de dependência correspondente.

    Se você usa várias bibliotecas do Firebase no seu app, recomendamos utilizar a BoM para gerenciar as versões delas, porque isso ajuda a garantir a compatibilidade de todas as bibliotecas.

    dependencies {
        // Add the dependencies for the App Check libraries
        // When NOT using the BoM, you must specify versions in Firebase library dependencies
        implementation("com.google.firebase:firebase-appcheck-debug:17.1.2")
    }
    
    Está procurando um módulo de biblioteca específico do Kotlin? A partir de outubro de 2023 (BoM do Firebase 32.5.0), os desenvolvedores Kotlin e Java poderão depender do módulo da biblioteca principal. Para mais detalhes, consulte Perguntas frequentes sobre essa iniciativa).

  2. No seu build de depuração, configure o App Check para usar a fábrica do provedor de depuração:

    Kotlin+KTX

    Firebase.initialize(context = this)
    Firebase.appCheck.installAppCheckProviderFactory(
        DebugAppCheckProviderFactory.getInstance(),
    )

    Java

    FirebaseApp.initializeApp(/*context=*/ this);
    FirebaseAppCheck firebaseAppCheck = FirebaseAppCheck.getInstance();
    firebaseAppCheck.installAppCheckProviderFactory(
            DebugAppCheckProviderFactory.getInstance());
  3. Inicie o app e acione uma chamada para um serviço de back-end do Firebase. Um token de depuração local será registrado quando o SDK tentar enviar uma solicitação ao back-end. Exemplo:

    D DebugAppCheckProvider: Enter this debug secret into the allow list in
    the Firebase Console for your project: 123a4567-b89c-12d3-e456-789012345678
  4. Na seção App Check no Console do Firebase, selecione Gerenciar tokens de depuração no menu flutuante do app. Em seguida, registre o token de depuração que você registrou na etapa anterior.

    Captura de tela do item de menu &quot;Gerenciar tokens de depuração&quot;

Depois que você registrar o token, os serviços de back-end do Firebase o aceitarão como válido.

Como esse token permite acesso aos recursos do Firebase sem um dispositivo válido, é fundamental mantê-lo particular. Não o confirme em um repositório público. Se um token registrado for comprometido, revogue-o imediatamente no Console do Firebase.

Usar o provedor de depuração para testes de unidade em um ambiente de CI

Para usar o provedor de depuração para testes de unidade em um ambiente de integração contínua (CI), faça o seguinte:

  1. Na seção App Check no Console do Firebase, escolha Gerenciar tokens de depuração no menu flutuante do app. Em seguida, crie um novo token de depuração. Você precisará do token na próxima etapa.

    Como esse token permite acesso aos recursos do Firebase sem um dispositivo válido, é fundamental mantê-lo particular. Não o confirme em um repositório público. Se um token registrado for comprometido, revogue-o imediatamente no Console do Firebase.

    Captura de tela do item de menu &quot;Gerenciar tokens de depuração&quot;

  2. Adicione o token de depuração que você acabou de criar ao armazenamento de chaves seguras do seu sistema de CI (por exemplo, secrets criptografados do GitHub Actions ou variáveis criptografadas do Travis CI).

  3. Se necessário, configure o sistema de CI para disponibilizar o token de depuração no ambiente de CI como uma variável de ambiente. Dê um nome à variável como APP_CHECK_DEBUG_TOKEN_FROM_CI.

  4. No arquivo Gradle do módulo (nível do app) (geralmente <project>/<app-module>/build.gradle.kts ou <project>/<app-module>/build.gradle), adicione a dependência da biblioteca do App Check para Android Para gerenciar o controle de versões das bibliotecas, recomendamos usar a BoM do Firebase para Android.

    Kotlin+KTX

    dependencies {
        // Import the BoM for the Firebase platform
        implementation(platform("com.google.firebase:firebase-bom:32.7.2"))
    
        // Add the dependency for the App Check library
        // When using the BoM, you don't specify versions in Firebase library dependencies
        implementation("com.google.firebase:firebase-appcheck-debug")
    }
    

    Com a BoM do Firebase para Android, seu app sempre vai usar versões compatíveis das bibliotecas do Firebase para Android.

    (Alternativa) Adicionar dependências das bibliotecas do Firebase sem usar a BoM

    Se você preferir não usar a BoM do Firebase, especifique cada versão das bibliotecas do Firebase na linha de dependência correspondente.

    Se você usa várias bibliotecas do Firebase no seu app, recomendamos utilizar a BoM para gerenciar as versões delas, porque isso ajuda a garantir a compatibilidade de todas as bibliotecas.

    dependencies {
        // Add the dependency for the App Check library
        // When NOT using the BoM, you must specify versions in Firebase library dependencies
        implementation("com.google.firebase:firebase-appcheck-debug:17.1.2")
    }
    
    Está procurando um módulo de biblioteca específico do Kotlin? A partir de outubro de 2023 (BoM do Firebase 32.5.0), os desenvolvedores Kotlin e Java poderão depender do módulo da biblioteca principal. Para mais detalhes, consulte Perguntas frequentes sobre essa iniciativa).

    Java

    dependencies {
        // Import the BoM for the Firebase platform
        implementation(platform("com.google.firebase:firebase-bom:32.7.2"))
    
        // Add the dependency for the App Check library
        // When using the BoM, you don't specify versions in Firebase library dependencies
        implementation("com.google.firebase:firebase-appcheck-debug")
    }
    

    Com a BoM do Firebase para Android, seu app sempre vai usar versões compatíveis das bibliotecas do Firebase para Android.

    (Alternativa) Adicionar dependências das bibliotecas do Firebase sem usar a BoM

    Se você preferir não usar a BoM do Firebase, especifique cada versão das bibliotecas do Firebase na linha de dependência correspondente.

    Se você usa várias bibliotecas do Firebase no seu app, recomendamos utilizar a BoM para gerenciar as versões delas, porque isso ajuda a garantir a compatibilidade de todas as bibliotecas.

    dependencies {
        // Add the dependency for the App Check library
        // When NOT using the BoM, you must specify versions in Firebase library dependencies
        implementation("com.google.firebase:firebase-appcheck-debug:17.1.2")
    }
    
    Está procurando um módulo de biblioteca específico do Kotlin? A partir de outubro de 2023 (BoM do Firebase 32.5.0), os desenvolvedores Kotlin e Java poderão depender do módulo da biblioteca principal. Para mais detalhes, consulte Perguntas frequentes sobre essa iniciativa).

  5. Adicione o seguinte à configuração da variante de build de CI:

    testInstrumentationRunnerArguments["firebaseAppCheckDebugSecret"] =
        System.getenv("APP_CHECK_DEBUG_TOKEN_FROM_CI") ?: ""
    
  6. Nas classes de teste, use a DebugAppCheckTestHelper para agrupar qualquer código que precise de um token do App Check:

    Kotlin+KTX

    @RunWith(AndroidJunit4::class)
    class MyTests {
        private val debugAppCheckTestHelper =
            DebugAppCheckTestHelper.fromInstrumentationArgs()
    
        @Test
        fun testWithDefaultApp() {
            debugAppCheckTestHelper.withDebugProvider {
                // Test code that requires a debug AppCheckToken.
            }
        }
    
        @Test
        fun testWithNonDefaultApp() {
            debugAppCheckTestHelper.withDebugProvider(
                FirebaseApp.getInstance("nonDefaultApp")
            ) {
                // Test code that requires a debug AppCheckToken.
            }
        }
    }
    

    Java

    @RunWith(AndroidJunit4.class)
    public class YourTests {
        private final DebugAppCheckTestHelper debugAppCheckTestHelper =
                DebugAppCheckTestHelper.fromInstrumentationArgs();
    
        @Test
        public void testWithDefaultApp() {
            debugAppCheckTestHelper.withDebugProvider(() -> {
                // Test code that requires a debug AppCheckToken.
            });
        }
    
        @Test
        public void testWithNonDefaultApp() {
            debugAppCheckTestHelper.withDebugProvider(
                    FirebaseApp.getInstance("nonDefaultApp"),
                    () -> {
                        // Test code that requires a debug AppCheckToken.
                    });
        }
    }
    

Quando seu app é executado em um ambiente de CI, os serviços de back-end do Firebase aceitam o token enviado como válido.