Catch up on everthing we announced at this year's Firebase Summit. Learn more

Filtrar dados usando atributos

No Monitoramento de desempenho, é possível usar atributos para segmentar dados de desempenho e se concentrar na atividade do seu app em diferentes cenários reais.

Depois de clicar no nome de um trace na tabela de traces (na parte inferior do painel Desempenho), é possível clicar em várias telas para conhecer mais um trace e detalhar as métricas de interesse. Na maioria das páginas, também é possível usar o botão Filtrar (no canto superior à esquerda da tela) para filtrar os dados por atributo. Por exemplo:

Uma imagem dos dados do Monitoramento de desempenho do Firebase sendo filtrada por atributos

  • Filtre por Versão do app para visualizar dados de uma versão anterior ou do último lançamento.
  • Filtre por Dispositivo para saber como os dispositivos mais antigos lidam com o app.
  • Filtre por País para garantir que o local do banco de dados não está afetando uma região específica.

Para gerar uma análise ainda mais eficiente com base em atributos, exporte os dados de desempenho para o BigQuery.

Atributos padrão

O Monitoramento de desempenho coleta automaticamente uma variedade de atributos padrão, dependendo do tipo de trace.

Além desses atributos padrão, é possível criar atributos personalizados nos traces de código personalizado para segmentar dados por categorias específicas no app. Por exemplo, em um jogo, é possível segmentar os dados por fase.

Atributos padrão para apps Apple e Android

Por padrão, todos os traces para apps Apple e Android coletam os seguintes atributos:

  • Versão do app
  • País
  • Nível do SO
  • Dispositivo
  • Rádio
  • Operadora

Além disso, os traces de solicitação de rede também coletam o seguinte atributo:

  • Tipo MIME

Como coletar dados do usuário

Criar atributos personalizados

Crie atributos personalizados em qualquer um dos traces de código personalizado instrumentados.

Use a API Trace do Monitoramento de desempenho para adicionar atributos personalizados aos traces de código personalizados.

Para usar atributos personalizados, adicione códigos ao app que definam o atributo e o associem a um trace de código personalizado específico. É possível definir o atributo personalizado a qualquer momento entre o início e a interrupção do trace.

Observações:

  • Os nomes dos atributos personalizados precisam atender aos seguintes requisitos: não ter espaço em branco no início ou no fim, não ter caractere sublinhado no início (_) e ter, no máximo, 32 caracteres.

  • Cada trace de código personalizado pode registrar até cinco atributos personalizados.

  • Não use atributos personalizados que contenham informações que identifiquem um indivíduo para o Google.

    Saiba mais sobre essa diretriz

Java

Trace trace = FirebasePerformance.getInstance().newTrace("test_trace");

// Update scenario.
trace.putAttribute("experiment", "A");

// Reading scenario.
String experimentValue = trace.getAttribute("experiment");

// Delete scenario.
trace.removeAttribute("experiment");

// Read attributes.
Map<String, String> traceAttributes = trace.getAttributes();

Kotlin+KTX

Firebase.performance.newTrace("test_trace").trace {
    // Update scenario.
    putAttribute("experiment", "A")

    // Reading scenario.
    val experimentValue = getAttribute("experiment")

    // Delete scenario.
    removeAttribute("experiment")

    // Read attributes.
    val traceAttributes = this.attributes
}